SOLICITAR ORÇAMENTO
locação locação de máquinas superar a crise reduzir custos

Locador de máquinas: como reduzir custos e superar a crise

Em um setor que vem de um histórico de desvalorização como o da construção civil, é comum que exista um receio em relação à instabilidade nos investimentos na área. Consequentemente, muitas construtoras, empreiteiras e outras empresas do ramo também se sentem vulneráveis na hora de planejar uma grande aquisição como a de maquinário pesado. Mas e se comprar máquinas não fosse a única opção?

Vantagens da locação de máquinas

O mercado de locação de máquinas e equipamentos cresceu muito nos últimos anos, pois trouxe uma flexibilidade ao setor de construção que conforta até mesmo a mais conservadora das empresas.

Diminuição dos custo com armazenamento, estoque e logística, facilidades de pagamento, suporte e manutenção praticamente imediatos e tantos outras vantagens fazem das locadoras um empreendimento muito atraente hoje em dia.

Para entender como ser bem sucedido ao gerir uma empresa de locação de máquinas, mesmo em tempos de crise, confira algumas dicas:

O que é preciso para começar um negócio de locação

Em primeiro lugar, é necessário ter em mente que abrir um negócio de locação de máquinas exige um bom e minucioso planejamento. Sabendo disso, alguns pontos de atenção para iniciar o trabalho são:

Espaço físico

Se o intuito é alugar máquinas pesadas, é preciso fazer uma lista das mais importantes e requisitadas pelos clientes em potencial e escolher um espaço suficientemente grande para armazená-las enquanto não estão alugadas. Um barracão ou hangar que permitam que as máquinas se mantenham limpas e de fácil acesso pode ser a melhor opção.

Capital

Além disso, monstar este tipo de estoque demanda um capital inicial alto. Mesmo no início das atividades, é preciso ter um bom estoque com os equipamentos essenciais à disposição, portanto esteja preparado, pois o valor investido num primeiro momento é relativamente alto.

Funcionários capacitados

Não só o serviço de aluguel, como também o suporte e a manutenção das máquinas, são os motivos que levam empresas a recorrerem à locação. Por isso, além de um time de vendedores convincentes e preparados, é preciso garantir que o seu estoque está em boas mãos com técnicos e atendentes para ter a agilidade de atender às demandas dos seus clientes em tempo real.

Fornecedores confiáveis

E nada faria sentido se o produto que você oferece para locação não for de qualidade, certo? Por isso, saiba muito bem de onde vêm as máquinas que você oferece em sua loja e exija também o suporte do fabricante para quaisquer necessidades. Uma marca de confiança como a Caterpillar tem sua qualidade mundialmente reconhecida e passa muita credibilidade ao consumidor final.

Dicas para reduzir custos e aumentar a lucratividade na locação de máquinas

Pensando nestes fatores, é possível ir além e aprender a gerir a sua loja com eficiência, pensando em estratégias para reduzir os custos e aumentar a lucratividade em tempos de crise. Confira algumas dicas:

Gestão de estoque

Uma coisa para manter em mente é: sua empresa será o estoque de várias outras. Por isso, a sua gestão dos equipamentos que disponibiliza deve ser impecável. Mantenha um registro de todas as máquinas, suas datas de aquisição e de todas as manutenções. Desta forma, você não só acaba controlando a qualidade dos produtos, mas também direcionando o setor de compras para fazer novas aquisições no momento certo e não corre o risco de ser pego de surpresa com uma máquina faltante no estoque.

Diversificação de contratos

Outra dica para empresas de locação é diversificar o tipo de contrato. Procure ter à disposição equipamentos que podem ser tanto alugados para projetos curtos e reformas mais baratas quanto para grandes e demoradas obras, que são naturalmente mais caras. Isso garante que você sempre terá dinheiro entrando no caixa, seja com a alta rotatividade de alguns equipamentos ou os valores mais substanciais de outros.

Seleção de clientes criteriosa

Infelizmente, a inadimplência é uma realidade muito presente no mercado de locação. Apesar de ser uma ótima alternativa para as empresas, existem casos que mesmo as facilidades do aluguel de máquinas e equipamentos não sejam suficientes. Por isso, como gestor, é preciso ter sangue frio: por mais que o primeiro instinto seja alugar para o maior número de empresas possível, pare e filtre as propostas que chegam até você. Uma boa seleção inclui uma minuciosa análise de crédito, pesquisa do perfil e histórico de consumo do cliente. Isso não elimina, mas diminui o risco de clientes inadimplentes.

Venda de máquinas usadas

O setor de construção, como qualquer outro (mas com maior intensidade), trabalha em ciclos. É natural que existam períodos de “seca”, onde o investimento diminui e as construtoras também reduzem seus projetos e, consequentemente, alugam menos máquinas. Trate estas “entressafras” pensando positivo: talvez seja uma boa hora para vender algumas máquinas no mercado de usados. Esta estratégia vai reduzir os seus custos fixos, manter algum dinheiro em caixa e liberar espaço para que, quando o momento favorável voltar, você possa investir em máquinas mais inovadoras para se diferenciar dentre a concorrência.

Veja a crise como oportunidade

Abordar momentos difíceis do mercado com visão de negócio é a chave para driblar as crises e continuar tendo sucesso. Cuidando da sua empresa por dentro com algumas das dicas deste post ou cuidando da imagem dela para o mundo com as ideias deste post sobre marketing para empresas de locação*, você constrói uma base sólida que aguenta qualquer turbulência.

 

Aprofunde-se com dicas de como divulgar sua empresa e atrair mais clientes baixando o E-book Como conquistar mais clientes através da locação de máquinas pelo link abaixo:

 

Quero meu e-book grátis!

 

 



Comentários